Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Sunday, January 30, 2011

ORDEM DE NASCIMENTO DOS FILHOS

Um destes dias umas amigas partilharam uma brincadeira no FB sobre a ordem de nascimento dos filhos, o que me levou a pensar.
Diz a brincadeira que o 1º filho é de vidro. Isto deve-se, de certo, ao cuidado exagerado que temos com ele. Temos cuidado com a chucha, as roupinhas (dobradas, arrumadas e lavadas 300 vezes antes de a criancinha nascer), o choro...sei lá que mais. Em termos de actividades, nunca fomos muito disso. O que gostávamos mesmo era de passar o dia a brincar com o bebé. Aiiiiiiii...e as roupas de grávida???Como fiquei triste de as deixar de usar de "um dia para o outro"...Basicamente, tudo foi fantástico.

Mas, após muito riso, fiquei a pensar...

O primeiro filho é de vidro, porque pode partir. O Ratinho pode desaparecer a qualquer momento...
As roupinhas do Ratinho...não sei se terei coragem de as usar noutro bebé
Os resmungos do bebés são todos diferentes e, sinceramente, acho que já não sei como um bebé normal "resmungaria".
Com a chupeta nunca tive grandes preocupações.
A fralda e o banho é conforme a necessidade.
Espero que o Ratinho não engula nenhuma moeda..na realidade não consigo imaginar como tal poderia acontecer sem ser por maldade pura.

Assim sendo, dado que nenhuma das alíneas realmente se concretiza, o Ratinho será o filho número quê? 0 (zero)? ou é um filho nº1 e, caso haja mais, o próximo será um 1.1? É que, teoricamente, o 3º é embalado pelo 1º...o Ratinho não irá conseguir embalar ninguém, não irá "emprestar" as suas roupas e qualquer criança que venha depois vai ser uma viagem inexplorada.

E após todo o riso e brincadeira fiquei triste...afinal nada do que seria de esperar nós podemos desfrutar.




Ordem de nascimento dos filhos

O 1º filho é de vidro...

O 2º é de borracha...

O 3º é de aço.

PLANEAMENTO

O 1º filho é (em geral) desejado

O 2º é planejado

O 3º é escorregado...

A ORDEM DE NASCIMENTO DAS CRIANÇAS

1º- Os irmãos mais velhos têm álbum de fotografias completo, relato

minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite

guardados.

2º - O segundo mal consegue achar fotografias do primeiro aniversário.

3º- Os terceiros, não fazem ideia das circunstâncias em que

chegaram à família

O que vestir

1º bebé - Você começa a usar roupas de grávidas assim que o exame

dá positivo.

2º bebé - Você usa as roupas normais o máximo que puder.

3º bebé - As roupas para grávidas são as suas roupas normais, porque já

deixou de ter um corpinho de sereia e passou a ter um de baleia.

Preparação para o nascimento

1º bebé - Você faz exercícios de respiração religiosamente.

2º bebé - Você não se preocupa com os exercícios de respiração -

afinal lembra-se que, na última vez, eles não funcionaram.

3º bebé - Você pede para tomar a peridural no 8º mês porque se lembra

que dói muito.

O guarda-roupas

1º bebé - Você lava as roupas que ganha para o bebé, arruma de

acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.

2º bebé - Você vê se as roupas estão limpas e só descarta aquelas

com manchas escuras.

3º bebé - Meninos podem usar rosa, não é? Afinal o seu marido é

liberal e tem certeza que o filho vai ser macho igual ao pai! (será

que vai mesmo?)

Preocupações

1º bebé - Ao menor resmungo do bebé, você corre para lhe pegar ao colo.

2º bebé - Você pega no bebé ao colo quando os gritos ameaçam

acordar o irmão mais velho..

3º bebé - Você ensina o mais velho a abanar o berço

ou manda o marido ir ao quarto da criança.

A chupeta

1º bebé - Se a chupeta cair ao chão, você guarda-a até que possa

chegar a casa e fervê-la.

2º bebé - Se a chupeta cair ao chão, você lava-a.

3º bebé - Se a chupeta cair ao chão, você passa-a na camisa, dá

uma lambidela, passa-a de novo na camisa, desta vez para dar secar e não pegar a doença dos sapinhos ao bebé, e dá-a novamente ao bebé, porque o

que não mata, engorda (vitamina B, de Bicho, off course!)

Muda de fraldas

1º bebé - Você troca as fraldas a cada hora, mesmo que elas estejam limpas.

2º bebé - Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário.

3º bebé - Você tenta trocar a fralda somente quando as outras

crianças começam a reclamar do mau cheiro.

Banho

1º bebé - A água é filtrada e fervida e a temperatura medida por

termómetro.

2º bebé - A água é da torneira e a temperatura é fresquinha.

3º bebé - É enfiado directamente debaixo do chuveiro à temperatura

que vier, porque você, o seu marido e os seus pais foram criados assim, e

ninguém morreu de frio.

Actividades

1º bebé - Você leva o seu filho às aulas de musica para bebés, ao

teatro, à narração de histórias, à natação, ao judo, etc...

2º bebè - Você leva o seu filho à escola e vá lá...

3º bebé - Você leva o seu filho ao supermercado, à padaria, à

manicure, e o seu marido que trate de o levar à escola e ao campo

de futebol...

Saídas

1º bebé - A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes

para casa da sua mãe, para saber se ele está bem (a sua sogra não pode ficar com a criança porque na sua cabeça, ela nunca foi mãe).

2º bebé - Quando você está a abrir a porta para sair, lembra-se de

deixar o número de telefone à empregada.

3º bebé - Você manda a empregada ligar só se vir sangue.

Em casa

1º bebé - Você passa boa parte do dia só olhando para o bebé.

2º bebé - Você passa um tempo olhando para as crianças só para ter

certeza que o mais velho não está apertando, mordendo,

beliscando, batendo ou brincando ao superman com o bebé, amarrando um

saco de plástico do carrefour ao pescoço dele ou atirando-o de cima do sofá.

3º bebé - Você passa todo o tempo a esconder-se das crianças.

Engolir moedas

1º bebé - Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para

o hospital e pede um raio-x.

2º bebé - Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica a pau até ela sair.

3º bebé - Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta

na mesada dele.

Wednesday, January 26, 2011

Passaram 2 anos (já!!!!!)

Já passaram 2 anos, 2 anos após o pior dia das nossas vidas, o inicio do pesadelo. Era de esperar que a dor diminuísse, que se atenuasse...mas não.
Ao longo do dia de hoje tenho sentido o coração a bater rápido, tal como da primeira vez.
Como é que deixaram isto acontecer ao meu bebé? Porquê?
Sinto-me paralisada...

Felizmente o Ratinho está cada vez melhor...mas hoje teve uma pequenina recaída: acordou com muita expectoração e, outra vez, verde fluorescente.

Posso fugir?

Tuesday, January 25, 2011

2 anos...

2 anos passados desde o último dia "normal"...
Como se pode amar um filho e odiar a doença? Como viver na sombra da partida repentina?

Monday, January 24, 2011

Continuamos

Por cá continuamos adoentados. O Ratinho recupera a cada dia que passa, lindo e sorridente. Grande susto este que o Ratinho nos pregou!!!!
Depois de o papá ter apanhado uma grande gripe...chega a vez da mamã. O que torna tudo muito mais difícil pois tratar do Ratinho e estar doente (com medo de o contagiar) é complicado.

Wednesday, January 19, 2011

Novidades

O Ratinho passou um momento mais complicado. Vomitou,teve muitos espasmos e,finalmente, tudo isto trouxe uma grande infeccao respiratória.
Consultas, emergencias...etc...
Agora sou "prisioneira" do ratinho até ele estar totalmente recuperado.

Tuesday, January 11, 2011

Continua doentinho...

Monday, January 10, 2011

O Ratinho piorou. Teve uma grande crise de espasmos e vomitou outra vez.
Entretanto os vomitos vieram visitar o Ratinho.
A sonolencia tambem se está a instalar...
O Ratinho está a piorar a olhos vistos.As secrecoes nao param de aparecer e teimam em ficar agarradas ás paredes dos pulmoes,estando a contribuir para mais uma severa pneumonia.

Wednesday, January 5, 2011

Bahhhh

Noite de treta,em claro....bahhh.
As coisas estao a ficar complicadas...again.

Tuesday, January 4, 2011

Orçamento familiar

Os dias aqui nao sao faceis...isso ja é sabido.
Nem sempre podemos ter um pequeno mimo para connosco...tambem é verdade

Como a mamã é extremamente stressada,decidiu redigir um orçamento familiar...muito reduzido e quase a raiar o deprimente.Agora há que o estudar e ver se é plausivel. E se nao o for,ja sabemos wue a mamã o tornará realidade...doa a quem doer.

Mamã,se eu pudesse falar contigo...

Monday, January 3, 2011

E se...

Normalmente as crianças adoram ter prendas, caras ou não. Recentemente uma menina que conheço queria, como prenda de natal, um Iphone (eu também quero...pedir nao custa, não é?) e não percebia que isso não era uma prenda para a sua idade, entre outras tantas razões contra tal prenda.
Os filhos querem sempre algo: os ténis, a garagem xpto, a casa da barbie (pessoalmente sempre quis a barbie divorciada: só pediamos a boneca e ela já trazia como acessórios o carro do Ken, a casa do Ken, o barbecue do Ken...), o telemovel, a roupa, o computador, a maquina fotográfica, a playstation, os playmobil, os legos...sei lá. Os filhos pedem e, com sorte e muito esforço dos pais por vezes, têm o que pedem e por vezes não merecem nem entendem o valor monetário da prenda. Mas, apesar de terem todos os caprichos satisfeitos, continuam mal humorados, zangados com o mundo, mal educados...e ninguém percebe porquê.
Mas será que o que lhes falta não serão bons momentos com os pais e não objectos dispendiosos e por vezes inuteis, que perdem o interesse passado 2h?
Sei que as raparigas de 15 anos com as suas pulseiras pandora cheias de contas, calças da salsa e tenis da allstar ou sketchers querem é ver os pais á distância e o cartão multibanco recheado. Mas de quem partiu essa consumismo, essa necessidade de colmatar o vazio interior com objectos palpáveis? Contra mim falo, pois namoro "n" coisas...e como as gostaria de ter. Mas também sei que não são essas coisas que me vão fazer feliz...sinceramente não sei se a felicidade que procuro alguma vez a encontrarei.

Tudo isto para perguntar se em vez de trabalhar tanto para "colmatar as exigências" do Ratinho lindo, será que era melhor passar mais tempo com ele, visto que mais tarde ou mais cedo ele vai partir e nada irá mudar esse facto? Obviamente aqui não está em causa mais uma consola ou mais uns sapatos. Sinto-me culpada por não passar mais tempo com o Ratinho, por falhar terapias e consultas, por não estar presente para ele, por não ser eu que o visto de manhã, por estar demasiado exausta quando chego a casa, por...por...e um dia tenho pavor de olhar para trás e chegar á conclusão de que nada valeu a pena e ficar "cucu" ou pura e simplesmente viver com o peso do tempo que não estive com ele aos ombros.

E se o Ratinho partisse amanhã...hoje não estive na sua terapia, não o levei á escolinha, não o vesti de manhã, não lhe dei a sopa, não lhe mudei nenhuma fralda, ainda nem lhe dei um beijo...

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!