Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Wednesday, August 24, 2011

Nestes últimos anos já sofremos muitas perdas. Infelizmente a morte tem andado nos nossos calcanhares.
Esta noite tive um sonho. Estava na universidade e a minha doce amiga ainda estava viva. Mas não tirei 2 minutos para a ir ver...pensei "Já volto"...e acordei.
Todos os dias, ao sair de casa, não dou um beijo ao Ratinho. Não o quero perturbar, quero que ele descanse e tenha um dia bom. E, afinal de contas, "já volto". Mas e se, quando eu voltar, ele já não estiver ali á espera?
Passaram os 2 anos, estamos a chegar aos 3. Vivemos com a sombra dos 2 anos e, afinal, era só isso: uma sombra. Habituámo-nos á ideia(desejando secretamente) de ter o Ratinho mais 1, 2, 3, 10 anos. Mas e se for e "já volto"? Como viver com isso?

O Ratinho anda óptimo, de excelente saúde e com um feitio de fugir.
Re-adquiriu as gracinhas que fazia com bónus.

4 comments:

  1. Olá! Como eu a entendo, as médicas à nossa familia nunca disseram qual era a esperança de vida desta doença tão "maldita" e única que afecta a minha princesa Letícia .... Mas eu "cusca" como só eu, descobri. E desde aí saber que os 5anos já passaram há 2 anos, o meu coração ficou ainda mais apertado ..... Como podemos aceitar tal situação?????? Até hoje ainda não consigo lidar com isto tudo .... Força! Beijos Andreia

    ReplyDelete
  2. Adorava ter uma resposta par ti... mais adorava ter uma solução. Mas nem imagino o que é viver a saber que o até já pode ser até sempre... Força. Bjs

    ReplyDelete
  3. Eu e o papá da Vi, aprendemos a viver com a seguinte frase "viver um dia de cada vez"... Mas, compreendo-te e adoraria dar-te certezas para te animar, mas... mas...

    Olha Pat, não sei se é tontice, mas para a próxima sopra um beijo ao Ratinho, tenho a certeza que ele vai sentir ;O)

    Desejo-vos muita força, muita saúde e muito amor aos 3

    ReplyDelete
  4. É preciso é ter calma, este tipo de sonhos e sentimentos de perda são coisas que não conseguimos controlar, especialmente quando há algo que os incita... há que procurar estar serena...

    Beijinhos, amor e saúde, que é o mais importante!

    ReplyDelete

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!