Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Sunday, October 31, 2010

Porquê?

Dei de comer ao Ratinho, como todas as noites. Ele sorriu e brincou. Atirou-me beijinhos. Abracei-o.
Levei-o para o quarto. No caminho pedi-lhe para ser um bom menino, para se manter saudável, pequenino, que dormisse, que fosse feliz. Vestimos-lhe o pijama, demos-lhe mais uns mimos. Ligámos os bonecos que lhe fazem companhia á noite. Ele atirou-nos mais beijos. Agora está a conversar com os bonecos.

Olho para o Ratinho, abraço-o, ele sorri e encolhe-se, como se lhe fizesse cocegas.
Porque é que não tivemos direito a um bebé normal, um rapazinho normal? Porque é que nos tiraram esse direito, esse privilégio, essa hipótese?

No comments:

Post a Comment

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!