Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Thursday, February 18, 2010

Um anjinho peludo ganhou asas

A nossa velhota morreu. Tinha 12 anos, 6 meses e 20 dias. Era linda, muito bem comportada, refilona, comilona, mimalha, malandra, carinhosa. Quando a mamã chorava a pequenina vinha lamber-lhe as lágrimas. Ia com a mamã ás aulas, dentro de uma malinha e ficava muito quietinha até a mamã lhe dizer que podia sair da mala. Inclusivamente viajou várias vezes de expresso com a mamã sem ninguem dar conta. Era tão bem mandada que nem sequer vinha para os quartos apesar de a mamã a deixar á solta. Cutocava com o focinho quando queria festas e tinha o ar mais doce do mundo. Era a melhor amiga, companheira, sempre presente nos bons e maus momentos. Nunca falhou uma lambidela, uma rosnadela, uma uivadela. Sempre lá, amiga. Ok...não gostava muito de mim, mas não deixava que eu passasse mal. Se eu refilasse era a primeira a ir chamar a mamã. E se eu não estivesse bem, ela deitava-se perto para me proteger. Sinceramente, acho que ela preferia continuar a ser o bebé da mamã, mas era boa cadelinha. Ás vezes pregava partidas, como por exemplo deitar-se na minha caminha, mas não fazia nada de mal, só isso. Infelizmente a mamã nunca conseguiu tirar uma foto minha e dela porque ela fugia sempre de ao pé de mim...acho que tinha ciumes. Mas cabíamos os 2 no colinho da mamã e nao nos importávamos nada.

A mamã está muito triste. Mas eu estou cá para lhe dar colinho. Tenho muita pena que a mamã tenha perdido a sua melhor amiga...afinal cão como o primeiro nao há.

Fica bem Zoia querida, foste uma boa cadela. A dona sente muito a tua falta e nunca te vai esquecer. Gostava que tivesses ficado mais uns anos...

6 comments:

  1. Sinto muito esta perda!
    Eles são parte da família e quando partem é uma tristeza muito grande, também sei o que isso é.

    Um beijinho muito grande
    Flora

    ReplyDelete
  2. Que "coisinha" tão querida... :( fizéste-me lembrar do meu Snoopy, o meu primeiro e mais fiel amigo de 4 patas, por certo lá se encontrarão e vai-lhe mostrar os cantos à "casa"...

    Um abraço partilhado!

    ReplyDelete
  3. estou com remorsos...

    ReplyDelete
  4. Oh! A Zoia! Foi a minha companheira uns tempos. Uma amiga para sempre E super protectora! O meu mano ainda lhe sentiu os dentes na 1ª vez que me foi visitar a Coimbra... Bons tempos! Tenho saudades...Desejo-vos o melhor do Mundo!
    A Zoia está bem, acredita! Beijinhos...(Alentejana) :)***

    ReplyDelete
  5. Era mesmo querida a tua Zoia.
    Também eu conheço bem essa tristeza porque também já perdi uma grande amiga de 4 patas.
    Sinto muito pela tua perda.
    Um beijinho.

    ReplyDelete

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!