Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Wednesday, December 16, 2009

Noites...e dias

Os horários mudaram...os dias passaram a ser demasiado preenchidos e as noites passadas á pressa.
O meu coração fica partido por estar tanto tempo longe do Ratinho. Hoje, ao passar pela escola primária, perguntava-me como seria daqui a 5 anos, se ele andaria naquela escola, se valeria a pena ele ir para aquela escola...se ele ainda cá estaria. Passei pela escola 4 vezes durante as minhas voltas. Dessas vezes olhei, para ver se encontrava algum menino em cadeira de rodas ( temos conhecimento que foi ou irá uma menina com paralisia para lá), para ver se ele estaria feliz. Não vi ninguem.


Sinto-me destroçada...deixar o Ratinho de manhã, ve-lo só ao final do dia. Não me parece natural, maternal (e outras coisas acabadas em -al). Sinto-me a pior mae do mundo por o "abandonar" quando não sei quanto tempo ele vai cá estar. Mas, por outro lado, é isto que me mantém sã, o trabalho. Sinto-me dividida...

O Ratinho está a estranhar a mudança de horarios e entao só quer companhia e colo (não é que me importe :P) o que faz com que os papás acordem feitos num 8. Sinceramente não sei o que é pior...não dormir ou dormir torto (lol).

3 comments:

  1. Acho que o que sentes, é o mesmo que todas as mãe-trabalhadoras sentem... a vida é mesmo assim.
    encontrei este site hoje...

    http://www.festivaldesonhos.com/participar.asp

    dá uma olhada

    ReplyDelete
  2. Oh minha querida, bem vinda ao universo caotico das mamãs! Esse remorso, esse sentimento de culpa de não estar presente é comum a muitas mamãs trabalhadoras. Por isso aproveita todos os minutinhos que puderes, dá todos os abraços que conseguires, porque o que tiver que acontecer... acontecerá. O "prazo" do ratinho é uma incognita e não vais puder mudar nada. Até de dormir torta vais sentir saudades...

    ReplyDelete
  3. Bem, entre essas 2 hipóteses não sei mesmo o que será pior...
    Será melhor, certamente, dormires mal ou não dormires de todo, desde que estejas a dar colinho ao teu Ratinho (ou ele a ti... às vezes), não?
    Quanto ao futuro... deixa que ele aconteça e tenta não ter muita pressa que ele chegue para que consigas absorver tudo de bom que o presente te oferece (mesmo que pareça - ou sintas - pouco, em alturas menos boas).

    ReplyDelete

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!