Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Saturday, November 28, 2009

Medos

Esta noite foi uma noite bastante pacifica. Poucas crises, dormiu até mais do que o normal. O balanço da noite foi positivo.
Mas sinto o tempo a fugir...até parece que o sinto a fugir por entre os dedos, como se estivesse a tentar agarrar algo que não consigo. O Ratinho anda bem, um ligeira gastroentrite mas nada de mais, nada que nao seja normal para uma criança da idade dele. E, no entanto, dou por mim a dormir agarrada ao seu cobertor, sem descansar na realidade e com o coraçao nas mãos. Ele anda bem...porque é que ando com o coraçao nas mãos? Será o facto de estar a chegar o natal? Não sei...só sei que tenho medo que ele parta sem avisar, sem nos dar tempo de nos despedirmo, sem estar acompanhado. Mas por que raio havia de estar a pensar nestas coisas agora???? Ele anda bem!!! Afinal que é que se passa?

8 comments:

  1. Eu acho que andas à tanto tempo na corda bamba, que tens medo de relaxar e seres apanhada de surpresa. Isso a acumular com a sensibilidade medica, que é tão pronta a emitir prazos de validade e assassinar esperanças, gera uma grande tensão. Não sei que te diga... não sei como te fazer sentir melhor. Só te posso dizer que podes contar comigo, para o melhor e para o pior.

    ReplyDelete
  2. São preocupações de mãe :)

    Bjinhos e força :)

    ReplyDelete
  3. sonia Luciano (traquinas)November 29, 2009 at 5:28 PM

    o amor de mãe tem destas coisas..de pensarmos em todos os cenários possíveis..como se de algum modo os possamos evitar..mas o que realmente importante é todo o tempo que passa com ele que seja de amor e cumplicidade..

    o amanha chegará e depois pensa-se nessa altura..
    podem ser palvras duras de se ler..sei lá..mas é verdade tem de aproveitar o aqui e agora..o dar-lhe o melhor do seu amor..agora...disfrutar dela agora..depois..logo que se

    ReplyDelete
  4. Porque mesmo que ele atravesse um dia melhor, sabes que virão outros dias que serão o oposto. Sabemos o que nos espera, por mais que o queiramos adiar...
    Não vale a pena dizer "não penses nisso" porque não conseguimos controlar os nossos pensamentos.
    Vale continuar a Acreditar... a ter Esperança e Força.
    É o que eu espero.
    Abraço forte

    ReplyDelete
  5. Sossega o teu coraçãozinho....
    Não sei que se passa. Nós não controlamos os pensamentos, mas tenta tê-los sempre positivos.Não te angusties. O futuro não nos pertence . A vida vive mesmo por ela própria.
    Força, minha querida. Um beijinho

    ReplyDelete
  6. Mãe sofre... é preciso ter calma, ânimo!

    Abraço!

    ReplyDelete
  7. Desabafe, que lhe faz bem. Depois, respire fundo e continue a ser o ninho do Ratinho.

    ReplyDelete
  8. Olá, sou uma mãe com uma vida parecida.
    Tenho uma menina muito especial, talvez parecido ao seu caso, ela também tem dois anos, ainda não tem diagnóstico.. mas é muito parecido, neste momento não sei que lhe dizer, fale você para mim.
    Sinto diversos sentimentos, preciso também de ajuda para conversar.
    Deixo aqui o meu contacto para conversar:
    rosajesusfgomes@hotmail.com

    ReplyDelete

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!