Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Saturday, October 3, 2009

Muitas coisas/Many things

Os dias têm sido calmos, mais rabugice menos rabugice, a coisa tem-se feito. O sorriso ainda não voltou, mas amanhã vamos passear a ver se ele (e eu) arrebita.
Eu continuo doentita, mas ha-de passar...que todos os males fossem esses.

Entretanto hoje foi dia da visita das terapeutas da visão. Muito simpáticas, atenciosas e muito motivadas. Infelizmente pouco puderam fazer por nós que já nós não fizessemos. Mas, pelo menos, alguém se importa e não desiste. É que o caminho de uma mãe já é longo e tortuoso...imaginem de uma mãe de uma criança com um defeito genético incompativel com a vida. Mas tudo se faz...basicamente vai-se empurrando para a frente sem se pensar muito no assunto.

Outra coisa que me anda a preocupar é que está a chegar o aniversário do Ratinho e sinto-me completamente paralisada. Já nas férias foi a mesma coisa...e só soubemos o que fazer nas férias quase em cima da hora. Tenho medo de planear seja o que fôr e que aconteça algum azar. Sempre disse que iria fazer uma festa gigante, por todas as festas que ele iria faltar no futuro, mas a única coisa que quero é estar com o Ratinho e o papá do Ratinho, todos juntos, a namorar todo o dia, tirar muitas fotos...quem sabe uma passagem de modelos...nao sei...

-----------------------------------------------------------

(Mousy and Lissencephaly)

Mousy's birthday is coming and i'm feeling terrified. I'm afraid of making any plans and that he will not be present at the time. I always have said that i wanted to do a big party (for all the parties that he will miss in his future), but now the only thing i want is to spend the day with Mousy and his father, play together and go for a walk, make a cake and take many pictures.

Today the vision therapist came to our house to help us with mousy development. They were very sweet and very conscious about Mousy problems, but we already do everything we can to help him. Of course they teach us other ways of stimulating him, but i dont think Mousy like the new ways very much.

About me...well, i'm still sick, but nothing major...just a simple cold that Mousy brought from daycare. I really dont know how does that boy brings everything home but never catch anything!!!

5 comments:

  1. Comemore o aniversário dele como VOCÊ achar melhor.Tente descobrir a forma que se sentirão mais juntos!!!Para que, para vocês cois, seja um aniversário inesquecível!
    Beijos

    ReplyDelete
  2. acho q tb faria a mesma coisa...so nos. E a passagem de modelo...O Martim fez anos ontem e soube tao bem te-lo para nos so nesse dia e recordar como tudo aconteceu.

    bjoquinhas mt fofos para todos

    ReplyDelete
  3. Estas palavras parece que saíram da minha boca... Várias vezes por anos passamos por esta angústia: se por um lado festejar à grande o milagre da vida que temos nos nossos braços e que sabemos que não será duradouro, por outro lado querê-lo só para nós... aproveitar todos os minutinhos.
    Nós nunca podemos fazer planos. É uma realidade que a maior parte das pessoas não percebe. Se o nosso príncipe agora está bem (por acaso hoje até nem está...) daqui a 5 minutos pode surgir qualquer coisa que nos impeça de fazer seja o que for... Natais, aniversários, Páscoas... de há 4 anos a esta parte é tudo feito em cima da hora, no próprio dia - isto quando ele não está no hospital e tb já aconteceu estarmos a preparar as coisas e a meio de uma refeição de Natal dizer "gostei muito deste bocadinho, mas adeusinho porque agora precisamos de tratar do nosso filho!"
    Há um conjunto de lições que temos aprendido desde que temos esta vida diferente da dos outros e da que sonhámos... mas acho que uma das principais lições é, sem dúvida, ouvir e seguir SEMPRE o que o coração de Mãe diz, mesmo que por vezes possa parecer egoísmo aos outros.
    Um forte abraço

    ReplyDelete
  4. Faz o que o coração te diz!!
    Se o queres mimar até à exaustão, fá-lo!!
    Se sentes que deves festejar, fá-lo, e se na altura não der, festejas no dia aseguir... todos os dias são dias e tu saberás isso mais que ninguém...
    Agora, azar, nem fales disso...
    Faz como te sentires melhor!!!
    Bjs grandes desta nova admiradora
    Cris

    ReplyDelete
  5. Faça o que o seu corçação mandar. eu sou da opiniao que deviam festejar so vocês o aniversario, porque com muita gente além de ser cansativo existe aquela falta de atençao a que se deve realmente dar, que é ao ratinho. As grandes festas vivem dentro do nosso coração e as vezes basta tao pouca gente para recordar..

    ReplyDelete

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!