Atenção!

Informamos que desde o ínicio de 2015:

- não recebemos nenhum tipo de ajuda vinda de familiares;
- nenhum familiar do Ratinho (excluindo pai e mãe) empresta, oferece ou sob outras formas, dinheiro ou bens materiais para ajudas relacionados com o Ratinho ou outros;
- nunca nos encontrariamos na situação actual se não fosse a maldade de determinados membros de familia que têm vergonha de ter uma criança deficiente como familiar;
- que eu, mãe, fui sujeita aos mais diversos tipos de abusos para manter o meu filho seguro e dar-lhe a melhor qualidade de vida possível

Quem disser o contrário, está a mentir.

Wednesday, September 23, 2009

...Round 2 1/2

Bom, são 2 am e, por enquanto tudo calmo.
A manhã foi muito muito dura. Custou-me tanto deixa-lo para ir trabalhar...fui com o coraçao apertado e hoje sei que não dei o meu melhor no trabalho de tão stressada que estava (detesto quando isso acontece...ou a bem que somos briosos no que fazemos ou bem que mais vale estar quieto).

Não sei como será com as outras mães, mas eu passo o dia a pensar no meu Ratinho. Por vezes as pessoas devem achar que sou demasiado fria ou má, pois tenho uma forma muito própria de lidar com toda esta situação...eu própria faço humor com tudo isto. Mas acho que o que mais faz confusão ás pessoas que trabalham comigo é não me ouvirem dizer um ai, uma queixa, uma lamúria. Tanto que, no dia seguinte ao diagnóstico lá estava eu, á hora do costume, a trabalhar como se nada se tivesse passado. Nesse dia, que tinha uma turma de formandos particularmente complicada, só olhava para eles e pensava no quão perfeitos eram eles e se os pais deles saberiam isso (obviamente a alguns também devem ter fugido alguns neurónios...mas, ninguem é perfeito).

Nos saldos fui á C&A, uma das minhas lojas preferidas para as roupinhas do Ratinho. Saí de lá a correr porque um bebe chorava desalmadamente no seu carrinho e a sua mãe/progenitora, em vez de o pegar ao colo, mimar um pouco, dar áquela criança a segurança de um colinho, de um pouco de amor, agitava violentamente o carrinho enquanto via qualquer coisa (de certo que muito mais importante que a propria cria!).
Os meus pais (que são uns amores) por vezes criticam o facto de eu andar sempre com o Ratinho ao colo. Acham que lhe faço as vontades todas e por isso é que é refilão. Mas, se o Ratinho está num ambiente que não é o dele, o da casinha dele, do sofazinho dele, da cadeirinha dele, claro que quer um colinho, um miminho. Mas, se não lhe der o colinho agora, quem me garante que daqui a 5 mn ele não partiu e lhe neguei o seu ultimo colinho?

Bom...estou atrasada...tenho encontro marcado para brincadeira...nos nossos sonhos!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hello!

Finally is all quiet. Mousy fall a sleep (didn't slept the last 2 nights) and i think this night will be quiet.
Lately he had many seizures during the night (maybe Infant Spasm), but he was so unhappy that i was heart broken. I really dont know what else to do hen he is like this. I just close my eyes, hold him close to me and wish very hard that i could trade places with him...wish it was possible...
People say i'm a very cold person just because i dont cry or i refuse to be depressed. First of all, crying only will give a big headache and swollen eyes, so i wouldn't be able to help him, and about being depressed...pffffffff...i'm depressed at my way,but i refused to be a victim...life goes on and i need to protect my little Mousy.
Well...need to go...Mousy is waiting for me in our dreams...today we are going to play and crawl all over the house floor and play with mommy magazines.

No comments:

Post a Comment

LEILAO DE VERÃO

Leilão de Verão

http://sorrisos-para-ratinhos.blogspot.com/


PARTICIPEM!!!